Alto falante queimado - Como escolher a potência certa?

Todo dono de som automotivo que se preze já se deparou com a seguinte dúvida: qual módulo escolher para tocar meus alto falantes?

Diante dessa questão, muitos recomendam usar amplificadores com o dobro da potência RMS dos alto falantes, mas será que isso é certo?

Para responder, vamos analizar como o alto falante funciona: ele irá transformar em som toda a potência aplicada no nível que ele foi projetado para trabalhar, ou seja, sua potência em RMS, o que é aplicado além dessa potência se transforma em calor que é rapidamente dissipado para o conjunto magnético e por isso o alto falante suporta quase o dobro da sua potência em RMS, mas não significa que ele irá transformar tudo aquilo em som.

Essa teoria de utilizar o dobro da potência RMS surgiu com base em que o alto falante suporta em picos da faixa o dobro da potência nominal e é até recomendado um amplificador um pouco mais forte porém muito bem regulado para não forçar o alto falante a tocar direto acima de sua potência em RMS.

Muitos adquirem amplificadores com o dobro da potência dos alto falantes e aplicam sinal de BASS (onda senoidal contínua) e frustrados, ainda reclamam se o alto falante queimar.


Recomendo que use um amplificador com a mesma potência dos alto falantes ou então com uma "sobra" de no máximo 40 % de potência e em hipótese alguma deixe o módulo clipar constantemente, isso vai garantir uma vida útil ao seu sistema além de colaborar com a eficiência e qualidade do seu som!

Um comentário:

  1. eu to montando meu som automotivo e estou precisando de ajuda:
    2 D250x 2 D250 Trio 2 tweeter st 200 e um (taramps st 400x4)
    2 eros sds 2.4 com um (stetsom 2k5)
    1 mega capacitor de 20.000
    1 crossover 5 vias da stetsom
    1 voltimetro
    Vai ficar legal meu som ? os módulos que eu vou usar vai me dar um bom rendimento ?

    ResponderExcluir

Postagens populares

Pesquisar este blog

Carregando...